WSOP 2015: O que se passa com André Akkari?

Olha para os registos do Team PokerStars Pro André Akkari em 2015 e diz-me o que vês!

Esquece! Eu digo-te!

Vês um tipo com 11 chegadas aos lugares premiados este ano, tantas como nos últimos dois anos juntos. Sete desses ITMs foram nas WSOP, onde já chegou a uma mesa final antes de começar, ontem, a jogar o Main Event.

"Jogo poker há 9 anos", disse. "Mas este ano tenho mais entusiasmo".

Andre Akkari_2015 WSOP_Event 68_Day 1C_Thomson_T1_2393-thumb-450xauto-265056.jpg

É fácil olhar para a sua prestação nestes sete meses e atribuí-la ao lado bom da variância. Mas pergunta ao Akkari e ele conta-te uma história diferente, dele a envolver-se em demasiados potes e sem mãos que chegassem para acudir a tudo.

"Esta feito", confessa.

Antes de 2015, Akkari passou dois anos a diversificar os seus interesses, a abrir vários negócios distintos e a trabalhar 24 horas por dia. Ele era um hotel para cães, um ginásio, um restaurante japonês, tudo e mais alguma coisa. Todos tiveram sucesso, o que é bom. Mas mantinham-no demasiado ocupado para se focar no poker, o que não era nada bom.

"Sou hiperactivo", diz-nos. "Quero sempre fazer montes de coisas ao mesmo tempo".

Havia uma voz constante na cabeça de Akkari, a dizer-lhe que tinha de ir trabalhar para assegurar o futuro da família. Não conseguia ignorá-la e, em menos de nada, estava mais ocupado do que nunca. Precisava de uma mudança, e rapidamente!

Quando fez 40 anos, apercebeu-se que tinha saudades de estar feliz e descontraído no circuito. A sua mente era consumida pelas preocupações com os negócios. Então fez a única coisa que lhe parecia bem. Afastou-se. Manteve as suas percentagens nas empresas, mas está a deixar os outros sócios geri-las.

"Fiz alguns bons negócios. Ainda estão a correr bem no Brasil", revela. "Mas agora tenho parceiros a tomar conta de tudo".

Este novo homem que vemos é fruto da experiência. Aquele que costumava ser um tipo hiperactivo que trabalhava mais do que outra coisa qualquer descobriu que a chegada aos 40 lhe deu algo que nunca antes tinha tido.

"Há coisas que só consegues quando envelheces", explica. "Paciência é uma delas".

E isso é o que, no seu entender, o conduziu a estes sete fantásticos meses de poker. Viajou por todo o mundo, somou resultado atrás de resultado, e agora deseja conquistar mais uma bracelete dourada das WSOP. Neste momento, a sua cabeça não está em mais lado nenhum e foi isso mesmo que planeou quando deixou o trabalho para trás, no Brasil.

"Não tenho de preocupar-me com nada, apenas concentrar-me no poker", disse. "Depois de o ter conseguido, foi como... missão cumprida!"

Bónus de Primeiro Depósito

Todos os jogadores que façam o seu primeiro depósito na PokerStars têm direito ao nosso depósito de 100% até $600.

Arquivo