PPS Espinho - Dia 2: Níveis 13, 14, 15 e 16 (Actualizações)

ps_news_thn.jpg

NÍVEL 16 - Blinds: 2.000-4.000 (Ante 400)

0.35: Já está!

Chegou ao fim o Dia 2, com tempo para assistirmos ainda à queda de Luís fernandes no 15.º lugar (€1.669). Os 14 sobreviventes regressam ao Casino de Espinho pelas 14 horas e a acção só terminará quando for encontrado o novo campeão.

Dentro de momentos, publicaremos o resumo do final do dia, onde poderás encontrar a chip count oficial assim que for disponibilizada. Daqui é tudo (por hoje). Até logo!

0.20: Mais meia dúzia

O relógio foi parado e cada uma das duas mesas vai jogar mais seis mãos. Depois há chip race e chega a hora de empacotar as fichas e ir descansar.

00.05: Tomás Paiva é o bubble boy!

Ao fim de cerca de 40 minutos de jogo mão a mão, está encontrado o bubble boy. E trata-se de Tomás Paiva, eliminado Dilton Silva, depois de se envolverem numa guerra de raises pré-flop que acabou com todas as fichas de Paiva empenhadas com J♦J♥. Dílton Silva apresentou A♥A♣ e a board 3♥T♣Q♠9♥9♦ atira Tomás Paiva para fora do torneio no 16.º lugar. Todos os 15 sobreviventes têm, agora, direito a uma fatia do prizepool.

Entretanto, a Directora de Torneio anunciou que se vai jogar até ao fim deste nível e... "that's it for today". Vale uma aposta que nestes 17 minutos ainda cai mais alguém?

23.45: Bubble, mas pouco...

Não se trata de um chop, mas sim de um mero acordo de cavalheiros. Para menorizar a dor da bubble, os 16 jogadores envolvidos combinaram dar €50 cada um para entregar àquele que sair em 16.º lugar. O dinheiro já foi recolhido mas as fichas tardam em ir parar ao centro da mesa... É que, ao rceber €800, o 16.º classificado, depois de descontar os €50 que eram seus, recupera apenas €750. Ora, se a entrada no torneio foi de €770, ainda fica com um prejuízo de €20. Mas lá que será uma bubble muito menos dolorosa, disso ninguém duvida!

23.25: Miguel Almeida eliminado! Já se joga mão a mão!

Miguel Almeida, a lutar para reconstruir a sua stack que, depois da última subida das blinds, se cifrava em cerca de 20 big blinds, anuncia all in UTG com 7♥7♣ e José Luis Lopez dá call com A♥9♥ no botão.

O turn da board 8♦3♦4♠A♦T♦ destrói o par de Miguel "miguel18" Almeida que é assim o 17.º classificado!

Neste momento joga-se em duas mesas de oito jogadores e mão a mão até encontrar o bubble boy do torneio.

23.20: Novo nível

É o 16, as blinds sobem para 2.000-4.000. Nas mesas continua tudo muito seguro e nada de especial se vai passando. Os jogadores, nesta fase do torneio, estão batante deep para entrar em loucuras. Há muito poker para jogar!

NÍVEL 15 - Blinds: 1.500-3.000 (Ante 300)

22.45: O vice-campeão WCOOP está fora!

Reduzido a 29.600 fichas, Cristiano "crispoker10" Oliveira anuncia all in no cut-off e Fátima Travanca dá call na big blind com 6♣6♦. Não era, seguramente, a mão que Cristiano menos queria ver, uma vez que tinha duas overcards sobre o par da adversária, mas a corrida não lhe correu bem, uma vez que a board A♥5♥T♦Q♥3♥ não trouxe nenhum dos seus outs possíveis.

Desta forma, Cristiano Oliveira, vice-campeão do Evento #14 do WCOOP 2011 é eliminado das PPS espinho em 19.º lugar!

22.30: O jogo do "Mostra o Ás"

Ora, chega a esta altura em que a bubble se aproxima (a passos que são tudo menos largos) e as cautelas redobram. Eu diria mesmo que triplicam! E a prova disso mesmo são duas mãos consecutivas na Mesa 3.

Primeiro é Carlos Branco a abrir o pote e quando Luís Henriques lhe faz uma three-bet, carlos torce o nariz e desiste mostrando o A♦. Luís mostra-lhe então o A♠.

Depois foi Pedro Azevedo quem foi all in UTG+1 e Luís Henriques, depois de ponderar alguns segundos na big blind, desiste e mostra o A♥. Pedro mostra o A♠.

É o jogo do "Mostra o Ás"!

22.15: Here we go!

Entrámos no nível 15, com as blinds a subirem para 1.500-3.000 (ante de 300). Restam 19 jogadores em prova e, recordamos, os primeiros 15 classificados terão direito a prémio. A média está em 112.894 fichas.

NÍVEL 14 - Blinds: 1.200-2.400 (Ante 300)

22.00: Outra vez?

Mais um intervalo, desta feita de 15 minutos. Nos últimos 3 níveis tivemos três intervalos, um deles de 75 minutos. Se a ideia é chegar à mesa final ainda hoje, não percebo a lógica. Mas eu também não sou director de torneio. Topam?

21.55: Double-Double-up!

Ainda bem que o Miguel Almeida está habituado a emoções fortes por via da sua profissão de jogador de futsal... Já aqui tinha dito que assistir à mesa de Miguel Almeida é uma garantia de assistir a potes enormes constantemente e o Miguel, depois de reduzido a 12.000 fichas, está outra vez na luta, com perto de 60.000.

Primeiro fez shove com A♠T♣ por cima do raise de João Correia e apanhou-o com 8♣9♠. A board 2♦J♣2♣5♠6♠ permitiu a miguel18 começar a respirar um pouquinho melhor.

Mas "melhor", é uma cena que não assiste ao Miguel!Ele gosta é de respirar à vontade e, pouco depois, repete o movimento com 3♠3♣ para cima do raise de Tomé Moreira, que dá call com K♦J♠ e a board 4♥4♣2♠9♠6♣ garante-lhe mais um double up.

21.40: Curva descendente

A curva descendente de Miguel Almeida parece não ter fim e o internacional português de futsal acaba de dobrar mais um adversário.

Verdade seja dita, as cartas também parece que estão com alguma coisa contra miguel18! Desta vez, acabou all in pré flop com A♠K♠ contra o A♣Q♥ de André Afonso e a board Q♦5♣2♣Q♣A♥ ditou um full house para Afonso e o respectivo double up.

21.15: Chip counts

No intervalo do jantar, eram estas as chip counts dos sobreviventes:

Diogo Almeida Portugal 16300
Cristiano Oliveira Portugal 24000
Luis Reis Henriques Portugal 24800
Carlos Oliveira Portugal 28000
Andre Afonso Portugal 31400
Pedro Azevedo Portugal 38900
Eduardo Trueba Espanha 42400
Luis Fernandes Portugal 62200
Carlos Branco Portugal 70000
Miguel Almeida Portugal 73100
Fatima Santos Portugal 80000
Joao Correia Portugal 87200
Dilton Silva Portugal 94100
Tomas Paiva Portugal 123900
Luis Rodrigues Portugal 125000
Tome Moreira Portugal 127000
Jose Luis Lopez Espanha 148800
Paulo Santos Portugal 155800
Rui Pinto Portugal 172000
Victor Moreira Portugal 174400
Filipe Lopes Portugal 175000
Tiago Figueiredo Portugal 181500

21.00: Entramos no Nível 14

E as blinds sobem para 1.200-2.400 com ante de 300. Vamos lá a ver se esta subida ajuda a acelerar os acontecimentos, pois, como devem ter reparado, o período que antecedeu a pausa do jantar foi marcado pela acalmia.

Surpresa! Vamos jantar!

Estávamos todos a pensar que ainda se jogaria mais um nível antes de interromper a acção para jantar quando a directora de torneio nos surpreendeu com a informação: "Jogadores do Main Event, têm agora um intervalo de 75 minutos para jantar. O torneio recomeça às 21 horas".

Se a Teresa o diz, nós acatamos e vamos também comer qualquer coisa! Até já!

NÍVEL 13 - Blinds: 1.000-2.000 (Ante 200)

19.30: Ventos de mudança

Sopram ventos de mudança na Mesa 7, uma das três que, neste momento, albergam os 23 sobreviventes deste torneio. Tomé Moreira, que começou o dia como um dos mais short stacks, tem agora uma stack monstruosa à sua frente. Miguel Almeida, por sua vez, caiu bastante e, embora não esteja com uma stack desconfortável, anda longe das 100.000 que já teve.

Mas o último pote que ali se passou nada teve a ver com Miguel, mas apenas com Tomé Moreira e João Correia. O primeiro abriu UTG e Correia deu call para ver o flop 5♦3♦Q♠. Tomé apostou 5.500 e Correia deu call. O turn foi o J♠ e ambos os jogadores fizeram check, assim como quando saiu o K♦ no river. João Correia mostrou A♥J♦ e levou o pote.

19.20: Clima tropical?

Há quem diga que Portugal tem um clima tropical. E com Outubro a registar temperaturas na ordem dos 30ºC, até parece que tem mesmo! Mas esquece lá isso! Há que ter um pouco mais de visão. Ver um bocadinho mais à frente, estás... a ver?

Por isso, lembra-te que em Janeiro estas temperaturas agradáveis já são parte do passado e vais estar a tiritar de frio na tua sala, com 10kg de roupas quentes em cima e ainda aquela manta de lã que a tua avó te ofereceu. Ou não! Se te apurares para a PokerStars Caribbean Adventure, podes estar a sentir o que é, na realidade, um clima tropical.

Depois de veres este anúncio, o teu próximo objectivo de vida vai ser juntares-te a nós nas Bahamas!


19.00: Luís Barbosa eliminado

O candidato ao prémio de Jogador da Série acaba de ser aliminado. Luís Barbosa anunciou all in de 25.000 fichas em UTG+1 com A♣T♥ e Luís fernandes, na small blind, vai all in por cima com 9♣9♥. A board 7♠3♥Q♥J♦6♣ não melhora a mão de Luís, que está assim fora do torneio.

luis-barbosa-PPS_Fig.jpg

Luís Barbosa

18.40: Nível 13 - Rumo à mesa final

A Directora de Torneio acaba de dar início ao Nível 13, com blinds de 1.000-2.000 e ante de 200. Mais ainda, confirmou a intenção de hoje: "Jogar até à mesa final". "Se, por algum motivo, verificarmos que está a demorar muito tempo para consegui-lo, poderemos interromper antes. Mas o objectivo é chegar à mesa final", sublinhou.

Se as bubbles não forem longas, não será de todo impossível. Restam neste momento 25 jogadores e a stack média está nas 85.800.

Espinho_2_(Portugal).jpg

Casino de Espinho

Bónus de Primeiro Depósito

Todos os jogadores que façam o seu primeiro depósito na PokerStars têm direito ao nosso depósito de 100% até $600.

Arquivo