EPT11 Londres: Triunfo compenetrado e emotivo de Sebastian Pauli

Não há nada pior do que começar uma crónica com um cliché, mas, quando uma frase praticamente consegue resumir de uma assentada tudo o que se passou ao longo de 11 duríssimas horas de mesa final do EPT11 Londres, como pode o cronista escapar? Posto isto, cá vai: Herói é aquele que consegue manter a cabeça no lugar quando todos à sua volta parecem tê-la perdido!

Os Grand Connaught Rooms foram o palco da etapa de Londres da 11.ª Temporada do EPT, onde Sebastian Pauli, um alemão de 25 anos, foi a personificação da calma e serenidade necessárias para destruir sonhos, espantar fantasmas, contrariar a história e superar alguns dos maiores talentos do poker mundial.

wrap_sebastian_pauli_composed.jpg

Pauli: Calma e concentração

Pauli nunca cedeu a chip-lead desde o momento em que os oito finalistas se sentaram de olhos postos no primeiro prémio de £499.700, e nunca se mostrou perturbado. Apesar de saber que tinha de superar o terrivelmente agressivo Team PokerStars Pro Jake Cody e negar o 2.º título EPT a Kevin MacPhee.

Também teria de superar um jogador apoiado por Ole Schemion e outro por uma horda de ruidosos irlandeses. Mas, ainda assim, Pauli quase nem pestanejou, raramente suou e nunca perdeu o foco um momento que fosse. E quando a última carta de todas caiu em cima da mesa, irrompeu em lágrimas de alívio e alegria.

Já algum tempo que não se via uma prestação tão composta e uma reacção tão emocionada. Que culminar épico da tremenda semana de poker a que assistimos - q que memorável 100.º Campeão EPT!

"Significa o mundo para mim", desabafou Pauli. "Estive bastante calmo durante toda a mesa final, mas quando me apercebi que tinha ganho não consegui controlar as emoções".

Sebastian_Pauli_ept11lon_ftwrap.jpg

Sebastian Pauli: 100.º Campeão EPT

A dureza de que falávamos incluiu, além das 11 horas, duríssimas conversações para um possível acordo que não se chegou a concretizar quando restavam três jogadores. Quando, por fim, Pauli e MacPhee ficaram sós, frente a frente, o tema voltou a ser aflorado mas a animosidade que se gerara anteriormente prevaleceu. E assim jogaram, puro e duro, para "tudo ou nada"

wrap_heads_up_ept11_london.jpg

MacPhee vs Pauli: Heads-Up

"Estava confiante de que tinha boas hipóteses com a chip lead", comentou Pauli. "As pessoas têm medo do chip leader e eu sabia que podia aplicar muita pressão... Não sou propriamente um tipo de festas. Vou simplesmente sentar-me com os meus amigos e falar sobre o que aconteceu", concluiu o alemão.

Eis os números e resultados da mesa final:

EPT11 Londres £4.250 NL Hold'em Main Event
Participantes: 675
Lugares premiados: 95
Prizepool: £2.619.000

1 - Sebastian Pauli, Alemanha, £499.700 (e um relógio Slyde)
2 - Kevin MacPhee, Estados Unidos, £308.500
3 - Kevin Killeen, Irlanda, £220.500
4 - Artur Koren, Alemanha, PokerStars qualifier, £168.900
5 - Jake Cody, Reino Unido, Team PokerStars Pro, £133.800
6 - Jakub Mroczek, Polónia, £104.200
7 - Jonathan Bensadoun, França, £75.900
8 - Pablo Gordillo, Espanha, £51.900

Podes ler o resumo alargado da mesa final do EPT11 Londres no PokerStars Blog Internacional e assistir a este apanhado geral em vídeo do último dia.

Bónus de Primeiro Depósito

Todos os jogadores que façam o seu primeiro depósito na PokerStars têm direito ao nosso depósito de 100% até $600.

Arquivo