APPT Cebu: Young-shin Im marca lugar o seu na história do circuito e do poker

appt_thumb_promo.jpgHá muita atenção dispensada à participação das mulheres no poker nos círculos jornalísticos, posts de fóruns, grandes torneios de poker ao vivo e eventos online. Nunca houve dúvidas de que as mulheres podem ser jogadoras tão fenomenais quanto os homens. Para veres um grande e recente exemplo de sucesso feminino no poker, consulta o currículo da Team PokerStars Pro Vanessa Selbst. As capacidades nunca estiveram em questão. O que se passa é que a vasta maioria dos jogadores de poker são homens, o que torna muito menos provável que uma mulher possa irromper no círculo de vencedores de qualquer torneio de poker.

Em quatro anos de história do Asian Pacific Poker Tour houve apenas uma mulher a chegar à mesa final. Liz Lieu terminou em 7.º lugar no APPT Macau Main Event da Season 1. A japonesa Wooka Kim ficou perto, ao ser bubble da mesa final em Seul, durante a Season 2, quando foi eliminada em 10.º lugar. E era tudo! Mais nenhuma mulher tinha ficado tão perto disso quanto Young-shin Im no APPT Macau Main Event da Season 3, quando terminou em 15.º lugar e, naturalmente, nunca nenhuma averbara um título do Asian Pacific Poker Tour.

Mas tudo isso mudou na última noite em Cebu quando Young-shin Im venceu o APPT Cebu Main Event, Season 4, para um prémio de PHP 8,81 milhões. E, mais impressionante ainda, Im chegou ao triunfo enfrentando ferozmente o jogador da mesa que melhor conhecia: o seu namorado, Kim Gap Young.

Mas já estamos a divagar. Vamos voltar ao início do dia, quando os últimos nove jogadores regressaram para finalizar o torneio. Três deles seriam eliminados nos primeiros 90 minutos.

final_table_appt_cebu.jpg

Mesa Final

O Director de Torneio, Danny McDonagh, informou todos os jogadores da mesa final sobre o relacionamento entre Kim e Im e disse-lhes que reservava o direito de ver as cartas de cada um deles em qualquer altura por forma a preservar a integridade do jogo. Todos os jogadores concordaram que esta seria uma solução adequada para evitar que os jogadores, eventualmente, fizessem collusion.

Com esse assunto resolvido, começaram as eliminações. O primeiro a partir foi Raymond Lapitan. Empurrou a sua short-stack para cima do par de reis de Mikael Rosen e não conseguiu superar a melhor mão. Rapidamente seria seguido por Richard En, que entrou num coin flip contra Kim, arriscando todo o torneio. Kim começara o dia com "mão quente", pelo que não foi surpresa para ninguém que ganhasse a corrida e atirasse En para o rail no 8.º posto.

richard_en_all_in_appt_cebu.jpg

Im, que chegara ao último dia em excelente posição, estava à espera do seu momento para agir e encontrou-o quando atingiu um set no flop contra o top pair de ases de Jukka Juvonen. Este comprometeu toda a sua stack de 450.000 no flop e não conseguiu superar Im, terminando em 7.º lugar.

Depois de Juvonen cair, o resto da mesa começou a enfrentar Kim, que parecia jogar cerca de 75% das mãos. Fabiano Michael e Mikael Rosen começaram a ficar bastante activos, obrigando Kim a abrandar o ritmo.

Mesmo à beira do intervalo, o único americano da mesa final, Basilios Diakokomninos encontra-se bastante short-stacked. Era uma sina que carregava desde o Dia 3, mas que conseguira sempre superar com um double-up quando mais precisava. Na mesa final, tentou-o com A♠8♦.

"Só vi uma", admitiu depois de receber call do A♥Q♠ de Kim. O kicker de Kim entrou em acção depois de dado o river e o americano estava eliminado na 6.ª posição.

Daren Yoon era o único representante da Malásia na mesa final, mas nunca conseguiu fazer grande coisa. Reduzido a pouco mais de 250.000, foi all in depois de Michael abrir o pote com um raise standard e foi um mau timming pois o seu K♦J♠ estava absolutamente dominado pelo par de reis de Michael. Era uma montanha demasiado elevada para escalar e Yoon abandonou a disputa no 5.º lugar.

fabiano_michael_daren_yoon_appt_cebu_final_table.jpg

Kim Gap Young e Young-shin Im estavam 1-2 em fichas quando restavam quarto jogadores. Parecia não só que nos encaminhávamos para um heads-up totalmente coreano, como também para um frente-a-frente em família. Essa hipótese tornava-se ainda mais real depois do último suspiro sueco, quando Mikael Rosen se imolou a si mesmo da mesma forma que Juvonen. Rosen atingiu top pair de ases no flop com um kicker forte contra o bottom set de Im. As fichas voaram para o centro da mesa e Rosen saiu em 4.º lugar.

Com três jogadores na disputa, Miachel era o decidido short-stack. Pensou-se que Kim e Im poderiam evitar confrontar-se até que Mikael fosse parar ao rail. Mas algo estranho aconteceu: Im começou a jogar de forma muito agressiva contra Kim.

young_shin_im_appt_cebu_final_table.jpg

A stack de Kim começou a descer vertiginosamente até este se envolver num pote gigante contra Michael. Im abriu com um raise standard no botão e Kim fez three-bet para 250.000. Foi então que Mikael foi all in de mais 417.000 e Kim deu um call arriscado com um par de ternos para ser encontrar frente aos ases do sueco. Não conseguiu melhorar a sua mão e ficou bastante debilitado.

Kim_gap_young_oh_no_appt_cebu_final_table.jpg

Algumas mãos depois, Kim empurrou a sua reduzidíssima stack com Valete-4 e esbarrou no par de noves de Michael. Foi o fim de Kim. Michael iria assumir a função de tentar evitar que Im se tornasse na primeira mulher a vencer uma etapa do APPT.

kim_gap_young_elim_appt_cebu_final_table.jpg

Os dois enfrentaram-se durante mais de uma hora sem que se registassem grandes oscilações nas stacks. Depois de um intervalo, Mikael regressou mais agressivo com várias three-bets, colocando-se mesmo all in várias vezes, desafiando Im. Em cada uma dessas vezes ela desistiu, permitindo a Mikael equilibrar as stacks e alimentar as esperanças dos seus apoiantes.

Fabiano_Michael_sweat_appt_cebu_final_table.jpg

Já duas horas depois do início do heads-up, Im fez algo que não fizera durante todo o torneio: envolveu-se num pote gigantesco em que todas as fichas foram parar ao centro da mesa antes do flop. Michael abriu para 150.000 no botão e Im fez trhee-bet para 250.000. Michael foi, então, all in de cerca de 2 milhões. Im, talvez saturada de ver Michael ir constantemente all in, marcou uma posição com A♦6♣. Estava numa corrida contra o par de quinas de Michael.

young_shin_im_all_smiles.jpg

A corrida ficou praticamente sentenciada com um Ás no flop e depois de o resto da board não trazer nada de relevante, Im era a nova campeã de Cebu. Foi o segundo triunfo coreano consecutivo em Cebu e rendeu-lhe PHP 5,8 milhões, um troféu e um lugar na história.

young_shin_im_winner2_appt_cebu.jpg

O APPT Cebu chegou ao fim mas há muito mais acção em termos de poker ao vivo para acompanhar. O NAPT Los Angeles aproxima-se do seu momento decisivo e o EPT regressa na próxima semana com a sua paragem tradicional em Barcelona. Fiquem por aí!

Bónus de Primeiro Depósito

Todos os jogadores que façam o seu primeiro depósito na PokerStars têm direito ao nosso depósito de 100% até $600.

Arquivo