Grant Levy escreve novo capítulo na história do ANZPT em Perth

Quando teve início esta tarde a mesa final do ANZPT Perth, havia a sensação de que se estava a escrever uma história fantástica, à qual faltavam apenas os últimos capítulos, com cinco jogadores locais, uns jovens pistoleiros, um irlandês e um PokerStars qualifier de seu nome Grant Levy.

grant_levy_final_table3_anzpt_perth.jpg

O homem conhecido por "Grunter" entrou na mesa final como chip leader e embora isso fosse algo que já tinha feito e ganho, ainda tinha algo a provar e o insaciável desejo de vitória.

Não é segredo para ninguém que Levy tem experimentado uma dura série no ANZPT. Zero prémios nos 12 eventos anteriores não é um registo para alguém do seu calibre, mas essa é a natureza dos torneios de poker. Podem mandar-te para o mais profundo dos lodos e, de repente, elevarem-te mais alto do que nunca de um momento para o outro.

Levy não estava ali só pelo dinheiro (embora $131.500 ajudem, com certeza), mas estava sobretudo pelo título. O troféu e a honra de ser coroado campeão mais uma vez. Passaram-se três e meio longos anos desde que Levy emergiu para a fama no APPT Sugney Grand Final em 2007. E como quem sabe nunca esquece, sentia-se que isto podia voltar a acontecer de um momento para o outro.

Mas não foi, no entanto, uma tarefa fácil. Contou com um épico duelo heads-up contra John Corr a culminar uma das mesas finais mais agressivas que se viram nos últimos tempos. Desde o início que predominaram as three-bets, four bets, check-raises e segundos e terceiros barris com uma enorma carga de intensidade psicológica à mistura. Foi sensacional! O Comissário do ANZPT Danny McDough é um forte defensor de atrasar o relógio das mesas finais do ANZPT para que os jogadores fiquem com uma média de 40 big blinds. E hoje assistimos na plenitude aos aspetos positivos dessa medida, que deu liberdade para os talentosos jogadores exprimirem o seu enorme leque de capacidades.

Grant Levy depressa ganhou ascendente e parecia caminhar triunfal para a vitória, mas havia quem tivesse outros planos... John Corr recuperou bastante e conseguiu manter-se na luta. Sempre que a sua stack se aproximava da zona de perigo, conseguia dobrar duas vezes para manter-se vivo - a segunda dessas vezes com um incrível um de dois outs a surgir no turn.

heads_up_anzpt_perth.jpg

As stacks estavam novamente equilibradas quando, numa guerra de raises pré-flop, John Corr foi all in com A♠K♣ contra os J♠J♣ de Grant Levy. Era um pote gigante, no qual Levy arriscava perder a vantagem de fichas pela primeira vez em três horas. No entanto, a sorte esteve, finalmente, do seu lado e a board apresentou 7♣7♦Q♣3♦T♦ dando a Coor o prémio do 2.º lugar e coroando Levy como novo campeão.

heads_up3_anzpt_perth.jpg

A título de curiosidade, registe-se o facto de esta ser uma repetição das mesmas mãos finais do evento do ano passado, quando o par de valetes de Tony Hachem bateu o Ás-Rei de Aleks Lackovic.

Com este triunfo, Levy torna-se no segundo jogador da história, juntamente com Brotha D, a ganhar um títulos quer do ANZPT, quer do APPT. Agora, só lhe falta um Aussie Million para completar o Triple-crown do Pacífico Asiático.

Resultados da mesa final:

1.º Grant Levy (Austrália) - PokerStars Qualifier - $131.500
2.º John Corr (Austrália) - $83.500
3.º Tim Marsters (Austrália) - PokerStars Qualifier - $47.000
4.º Aaron Lim (Austrália) - $38.000
5.º Patrick Kearns (Irlanda) - $31.600
6.º Han Luu (Austrália) - $26.600
7.º Peter Parsons (Austrália) - $21.500
8.º Ted Nguyen (Austrália) - $16.450

grant_levy_wins2_anzpt_perth.jpg

Grant Levy - 1.º lugar ($131.500)

Bónus de Primeiro Depósito

Todos os jogadores que façam o seu primeiro depósito na PokerStars têm direito ao nosso depósito de 100% até $600.

Arquivo